Subscrição de CoffeeLetters

Os produtores de café do Vietname, maior produtor mundial de café Robusta, estão a limitar as vendas da colheita recorde antes do festival do Tet do Ano Novo Lunar, à medida que esperam a subida dos preços.


Pela primeira vez, um estudo apresentou «provas irrefutáveis» que o consumo de cafeína é benéfico para a memória.
Divulgado na edição de 12 de Janeiro de 2014 do jornal Nature Neuroscience, o estudo mostra que consumir cafeína pode melhorar a memória e ter um efeito benéfico na capacidade de retenção durante até 24 horas após o consumo.
A investigação é considerada uma «prova exclusiva» que a cafeína beneficia a memória a longo prazo porque todos os participantes envolvidos tomaram um comprimido de 200mg de cafeína depois de terem visto uma série de imagens.


O Instituto de Café da Costa Rica (ICAFE) fornecerá aos produtores de café sementes e mudas da variedade Obatã, que apresenta alta tolerância à ferrugem.
Desde 2012, esta doença causa muitos danos à cafeicultura do país devido à diminuição na atenção dos cafezais e aos aspectos climáticos. O gerente técnico do ICAFE, Jorge Ramírez, explicou que a variedade Obatã é uma planta tipo Sarchimores (cruzamento da variedade Villa Sarchí com o Híbrido de Timor), originária do Brasil.


Uma nova investigação da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, publicada nesta quinta-feira, no jornal científico “PLOS ONE”, mostra que não há relação entre o consumo moderado de café e a desidratação.
Este estudo começou por causa de uma pesquisa anterior que mostrava os efeitos agudos da cafeína como um diurético leve, e uma suposição comum de que bebidas com cafeína, como o café, tinham este efeito. No entanto, o efeito do consumo de café no equilíbrio de fluidos não pode ser comparado directamente com o da cafeína pura.


Os preços do café não devem recuperar rapidamente. A previsão foi feita nesta quinta-feira pela Organização Internacional do Café (OIC). No relatório anual divulgado na capital britânica, a entidade cita que a pressão vendedora vista em 2013 deve continuar nos próximos meses e só no longo prazo a tendência pode mudar.


A safra 2014/15 de café do Brasil deve cair bem abaixo das expectativas, como resultado de uma intensa poda e de um stress das árvores depois de duas grandes colheitas consecutivas no maior produtor mundial, afirmou nesta segunda-feira a suíça Volcafe, divisão de café da trading ED&F Man.


Páginas