Subscrição de CoffeeLetters

Talvez pareça uma quantidade exagerada, mas cinco chávenas de café por dia podem prevenir uma série de doenças, segundo um relatório de saúde realizado pelo governo americano.
Especialistas que compõem o Dietary Guidelines Advisory Committee um grupo que ajuda os EUA a formular diretrizes alimentares, desde merendas escolares a rótulos de embalagens, indicam que o consumo pode diminuir o risco de desenvolver diabetes, doença cardíaca, Parkinson e cancro de fígado.


A OIC divulga, mensalmente, o Relatório sobre o Mercado de Café. Na edição de janeiro de 2015, destaca, em relação ao Brasil, que o tempo observado foi o principal indutor dos preços do café, que primeiro subiram, depois caíram outra vez. A estiagem no Brasil, em princípios de Janeiro, empurrou os preços para cima. A previsão de chuvas para fins de Janeiro, porém, interrompeu essa breve recuperação. Entretanto, os níveis pluviométricos no Brasil continuam abaixo da média, comprometendo a safra de 2015/16, segundo o Relatório.


A produção de café na Colômbia em 2015 deve ficar entre 12,5 milhões e 13 milhões de sacas de 60 quilos, um aumento em relação ao ano anterior, com o clima favorável, a incorporação de novos cafezais ao parque produtivo e pelo aumento da produtividade, afirmou o gerente da Federação Nacional de Cafeicultores nesta quinta-feira.


Investigadores da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e da UnB (Universidade de Brasília) identificaram peptídeos inéditos no café.
Esses fragmentos de proteína apresentam um efeito similar ao da morfina, ou seja, uma acção analgésica e ansiolítica, com um diferencial positivo: o tempo de duração desses efeitos foi significativamente maior.
A identificação dos peptídeos deu-se quando os pesquisadores Felipe Vinecky e Carlos Bloch estavam à procura de genes de café associados à melhoria da qualidade do produto.


O consumo de até quatro chávenas de café por dia pode reduzir o risco de diabetes tipo 2 em 25%, de acordo com um estudo do Institute for Scientific Information on Coffee (ISIC), na Suíça, publicado na passada quinta-feira.
A investigação indica que o risco de vir a sofrer de diabetes tipo 2 cai 25% quando existe um consumo de até quatro chávenas de café por dia, sendo que o perigo de desenvolver a doença pode diminuir entre 7% a 8% com cada chávena adicional.


O mercado global de café estará em deficit de 800 mil sacas de 60 kg na temporada 2014/2015, por perdas na colheita de Arábica pela seca no maior produtor mundial, o Brasil, e problemas causados pela doença fúngica na América Central, afirmou uma autoridade da Organização Internacional do Café (OIC).
Apesar disso, o mundo tem stocks suficientes para atender ao consumo projetado de 146 milhões de sacas, afirmou nesta sexta-feira (7/11) à Reuters o diretor-executivo da OIC, o brasileiro Roberio Oliveira Silva, durante conferência na Etiópia.


Páginas

Subscribe to Front page feed